“Renovação tem a ver não só com nomes na liderança mas na forma de organização”, entrevista de Eduardo Graeff.

(Cristiane Agostine - Valor Econômico - 26/03/2012) Na disputa em São Paulo, Graeff diz que torcia pela candidatura do secretário Andrea Matarazzo, para que o partido se renovasse. O PSDB, no entanto, teve de optar entre renovar e a possibilidade de ganhar a eleição e apostou na segunda opção, analisa o tucano. Autor do livro "Corrupção … Continue lendo “Renovação tem a ver não só com nomes na liderança mas na forma de organização”, entrevista de Eduardo Graeff.

Olha outro partido nanico que pode surgir por aqui logo, logo…

Na Suiça criaram o Partido Anti-Powerpoint, como a intenção de tornar a "causa" um movimento mundial. Os fundadores não desejam proibir o programa, apenas acabar com o "constrangimento" que ele causa naqueles que não desejam usá-lo em seus trabalhos. e nas audiências sujeitas àquelas monótonas apresentações. Os partidários defendem o uso do FLIP-CHART, muito mais … Continue lendo Olha outro partido nanico que pode surgir por aqui logo, logo…

“O fingimento como tradição e método”, por Rosângela Bittar.

(Valor Econômico - 14/03/2011) O PT entra no décimo ano de governo federal, quatro ministros do Planejamento depois - Guido Mantega, Nelson Machado, Paulo Bernardo, Miriam Belchior -, sem haver conseguido implantar, nem mesmo iniciar a discussão de um projeto de Orçamento real para a União. Esse sempre foi o chamado cartão de visitas dos governos petistas, aliás o … Continue lendo “O fingimento como tradição e método”, por Rosângela Bittar.

“A lúcida estratégia de Aécio”, por Alberto Carlos Almeida no ‘Valor Econômico”

(Valor Econômico - 09/03/2012) Há quem não veja, mas o senador mineiro vai construindo um caminho para ele próprio e para o futuro do PSDB. Aécio é o que qualquer pessoa imagina ser um político típico. A socialização primária de Fernando Henrique foi mais intelectual do que política, a deLula foi uma socialização básica de líder de … Continue lendo “A lúcida estratégia de Aécio”, por Alberto Carlos Almeida no ‘Valor Econômico”

Onde anda o voto de opinião? Artigo de Ricardo Salles, no Estadão.

Fim do voto de opinião ou da opinião em si? Por: Ricardo Salles (O Estado de São Paulo, 07/03/2012) Você já deve ter ouvido algum cientista político dizer que não há mais espaço para o chamado voto de opinião, que teria perdido espaço para o voto corporativo e para o voto de liderança, sem falar nas … Continue lendo Onde anda o voto de opinião? Artigo de Ricardo Salles, no Estadão.