Não dá para baixar a guarda, Francisco.

O presidente Evo Morales fez questão de debochar do Papa, clara atitude de desrespeito. Na linguagem da rede, a “zoeira” começou ao pendurar um porta-coca no pescoço do Santo Padre, logo na chegada, ao descer do Avião.

8jul2015---papa-francisco-ouve-o-presidente-da-bolivia-evo-morales-na-recepcao-no-aeroporto-internacional-de-el-alto-morales-presentou-o-papa-com-uma-bolsa-feita-com-tecidos-de-alpaca-e-enfei

Depois, veio essa blasfêmia. Mas o deboche expõe um sentido oculto (não, não é a figura de um cachorro). A metáfora acaba servindo pois o comunismo realmente é uma cruz, suportada por centenas de milhares de pessoas. No século passado, a foice e o martelo foram o calvário de muitos cristãos católicos, impedidos de praticar sua fé.

O Papa perdeu a chance de ser contundente contra os regimes bolivarianas do continente. Eles não perderam a chance de ofendê-lo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s