A (ilógica) patrulha sobre a indignação alheia.

Não há parâmetro para comparação entre as duas tragédias que dominam o debate nas redes sociais. A tragédia de Mariana, ambiental, criminosa e com efeitos permanentes aconteceu dez dias atrás. A cobertura da imprensa continua, a indignação continua. Pior: os efeitos continuarão por anos.

Mas, tendo acontecido há dias, não dá para esperar que a imprensa divida hoje o espaço entre o rompimento da barreira e um fato histórico e simbólico com o peso dos ataques em Paris.

Indignante sim é o fato de milhares e milhares de pessoas já terem morrido por ação do Estado Islâmico e assemelhados no último ano e o Ocidente esperar o terror entrar no coração da Europa para perceber que alguma coisa está muito fora da ordem.

É preciso combater os bárbaros que querem destruir nossa cultura, nossos valores, nosso modo de vida. Inclusive, o Estado de Direito que nos permite esperar punição exemplar para os responsáveis pela tragédia de Mariana.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s