Uber em Florianópolis

Assistindo agora o debate na Câmara de Vereadores de Florianópolis sobre a regulamentação do Uber na cidade, fica clara a confusão sobre a natureza do serviço. Não se trata de uma empresa que contrata motoristas para atender os clientes, trata-se de um serviço de “motorista particular compartilhado”, onde o aplicativo serve para juntar as duas pontas: o motorista que quer prestar o serviço e o usuário que quer contratar.

Até onde ouvi, a melhor intervenção foi a do vereador Edinho Lemos, que cobrou atitude do prefeito e também fez apelo aos taxistas que inovem na prestação do serviço.

Essa discussão já aconteceu em alguma cidades, Belo Horizonte entre elas. Compartilho explicação, que considero coerente, do vereador eleito em BH, Gabriel Azevedo, sobre o assunto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s