Tsunami? Ainda não. Ainda…

Manifestações de 15/05/19 ficaram no limite do previsto. Grandes, mas ainda não são o tsunami. Como escrevi aqui: o modo mais fácil de botar gente na rua é mobilizando estudantes. Libere aula de universidades e escolas num dia à tarde e lhes dê motivos para caminharem juntos até o terminal. Feito.

Digamos que isso é aquele recuo da maré que antecede a onda gigante. O verdadeiro tsunami pode vir no retorno. Agora, a palavra de ordem será: “a próxima vai ser maior”. Então as imagens de hoje viram um convite de forte apelo – cenas de gente na rua, a cobertura da imprensa, as histórias contadas pelos participantes aos que “perderam” o evento. Todo ser humano quer fazer parte de algo maior, histórico.

O governo tem um mês para tentar desarmar o verdadeiro tsunami. A próxima manifestação está marcada para o dia 14/06. Mantida a linha atual, haverá mais estudantes, aos quais poderá somar-se parte daquele eleitorado indignado com tudo e com todos. A economia não melhora, o humor piora.

A agenda oculta é a derrubada da Nova Previdência. Líderes da esquerda sabem a diferença entre corte e contingenciamento (pois já o fizeram nos anos PT). A pauta da educação é mobilizadora e serviu para acender uma brasa. Se a chama subir, é a previdência que vão atirar no fogo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s