Nem trinta, nem setenta.

Atuo politicamente desde os 14 anos, no movimento estudantil, partido, eleições. Sempre entendi Democracia como princípio inegociável. Apesar disso, até pouco tempo, alguns dos que agora dizem #Somos70porcento (nos quais me incluo) rotulavam de “fascista” democratas como eu. Por isso, só acredito em unidade se no horizonte existir a possibilidade de superarmos o presidencialismo. Caso contrário, os messiânicos de esquerda, rotuladores profissionais, estarão sempre a nos jogar na bacia dos “30%” que hoje ameaçam a democracia brasileira. Nesse caso, nem trinta, nem setenta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s