Em Santa Catarina, o gigante adormeceu.

Hoje é um dia que ficará em destaque na História de Santa Catarina. Como na maior parte dessas datas emblemáticas, a imensa maioria dos cidadãos catarinenses segue suas vidas sem maior envolvimento, dedicados aos afazeres diários, na busca da sobrevivência, comemorando porque "sextou"… Não importa o resultado, é um dia de lamentável injustiça. Reitero minha … Continue lendo Em Santa Catarina, o gigante adormeceu.

O PSDB de SC tem coragem para fazer diferente!

Nesta semana o PSDB catarinense deu mais um firme passo em direção a esperada candidatura própria para o governo do Estado de Santa Catarina. A despeito das inúmeras teses formuladas, plantadas ou inventadas nos jornais, seguimos firmes e temos a situação mais consolidada entre os principais candidatos. O PSDB sabe muito bem o que quer. … Continue lendo O PSDB de SC tem coragem para fazer diferente!

Santa Catarina: um Estado renegado pelo governo do PT.

O jornalista Claudio Humberto destaca em sua coluna de hoje que o nosso Estado, a Santa e Bela Catarina, é um dos MENOS RECEBERÁ recursos federais em 2014. Com previsão de R$ 485 milhões, SC só ganha do Mato Grosso do Sul, que receberá R$ 372 milhões. O governador disse que tem que ser agradecido … Continue lendo Santa Catarina: um Estado renegado pelo governo do PT.

Valor Econômico: “Exportadores de SC se tornam importadores de produtos acabados”

Valor Econômico - 09/08/2011 Comércio exterior: Produtores de móveis, vestuário, têxtil e cerâmica vão às compras para manter receita Tradicionais setores exportadores de Santa Catarina -indústria têxtil, vestuário, moveleira e cerâmica - sentiram o impacto da retração das vendas para o exterior. A necessidade de manter o faturamento, em um cenário de desvantagem para a … Continue lendo Valor Econômico: “Exportadores de SC se tornam importadores de produtos acabados”

Nostalgia 4 (Crônica ligeira de Beto Stodieck).

Nostalgia 4. Por: Beto Stodieck (Publicado no O Estado, 31/10/1971) Ontem, ou melhor, na última coluna – o jornal não sai aos sábados – finalizei o negócio sobre a década de 50 em Florianópolis. Pensava que havia terminado. Relendo os três tópicos sobre o assunto, notei  que havia esquecido de alguma coisa, que aí vai. … Continue lendo Nostalgia 4 (Crônica ligeira de Beto Stodieck).

Nostalgia 3 – ou Florianópolis 1950.

Por: Beto Stodieck (Publicado no O Estado, 29/10/1971) Espero que estas anotações não estejam inseridas na nostálgica década e que os meus leitores ainda tenham saco para mais um pouco de Florianópolis e 1950. Aí vai: já a movimentação pública resumia-se ao Centro (até hoje Florianópolis não consegiu descentralizar-se). Alí estavam (estão) os bares, os … Continue lendo Nostalgia 3 – ou Florianópolis 1950.

Íntegra do discurso de Raimundo Colombo na posse.

Que as minhas palavras como Governador sejam a proclamação de uma verdade de que espero não me afastar. Santa Catarina é uma só. Não sou eu, somos nós. A partir desta encruzilhada, Governo e Povo se confundem. E que esta união, com a graça de Deus, se mantenha até o último momento do meu mandato. … Continue lendo Íntegra do discurso de Raimundo Colombo na posse.

Previsões Furadas

Da Coluna do Roberto Azevedo (28/12/2010) Lembram-se como estava a realidade política catarinense em dezembro do ano passado. Anjos de bom presságio ou aves de mau agouro, rótulo que depende do ângulo de quem enxerga os fatos, diziam que o tucano Leonel Pavan iria renunciar à condição de vice-governador por conta da Operação Transparência, da … Continue lendo Previsões Furadas

Tudo junto e misturado.

Feito o registro das candidaturas é hora de ir para as ruas atrás de voto. Lembro que quando comecei a militar na juventude do PSDB (já faz 16 anos!) defendíamos o voto na legenda. Parlamentaristas que éramos (eu ainda sou, mas o partido deixou a bandeira um pouco de lado), acreditávamos que com isso criríamos … Continue lendo Tudo junto e misturado.

Sobre colunistas.

A crônica política catarinense conta com personagens que, mesmo sem voto, são muito "influentes". O eleitor médio pouca importância dá para eles, mas nos operadores da política institucional - os políticos - despertam um verdadeiro fetiche. Falo dos colunistas políticos. Quando tem acesso a um grande jornal, imagino que não seja a coluna política o … Continue lendo Sobre colunistas.